Notícias Célia

Fique por dentro das novidades da indústria cerealista no Brasil, e no mundo.

Search
Generic filters

Plantação de Arroz: o que Você Precisa Saber!

Neste artigo, preparamos dicas valiosas que ajudarão você a implementar uma plantação de arroz de sucesso.

A cultura do arroz faz parte do cardápio diário dos brasileiros, o que a coloca como uma das culturas mais rendáveis.

Porém, para implementação de uma plantação de arroz é necessário que o produtor esteja sempre atento a medidas de manejo que possibilite uma maior produção.

Quer saber mais? Então continue a leitura e confira!

A cultura do Arroz

O arroz (Oryza sativa) é considerado o principal alimento de mais da metade da população mundial.

É o terceiro cereal mais produzido mundialmente, ficando atrás apenas do milho e do trigo.

Sobre as origens do arroz há 3 vertentes: Ásia, África e América. No Brasil esta cultura foi introduzida pela frota de Pedro Álvares Cabral.

Atualmente, o maior produtor deste cereal é a China, seguida de pela Índia e por Bangladesh. Já no Brasil a maior produtor é o estado do Rio Grande do Sul.

O ciclo da cultura pode ser dividido principalmente em três fases, plântula, vegetativa e reprodutiva.

A duração de cada fase vai depender da cultivar, da época de semeadura, região de cultivo e das condições do solo.

Sistemas de plantio de arroz irrigado e sequeiro

Farmers farming on rice terraces. Ban Pa Bong Piang Northern region in Mae Chaem District Chiangmai Province That has the most beautiful rice terraces in Thailand.

Atualmente o plantio de arroz ocorre através de dois sistemas diferentes: irrigado e sequeiro.

O sistema predominante no Brasil é o arroz irrigado ou várzea, representando quase 80% das lavouras de arroz, os 20% restantes são de arroz de sequeiro.

No sistema de plantio irrigado do solo é mantido coberto com uma lâmina d’água durante a maior parte do ciclo da cultura, sendo drenada somente alguns dias que antecedem a colheita.

Este tipo de sistema é comumente encontrado no sul do Brasil, principalmente no Rio Grande do Sul.

O plantio irrigado requer alta disponibilidade de água, que as áreas de plantio sejam planas e maio investimento inicial para implementação da lavoura.

Já o arroz de sequeiro ou de terras altas, o plantio é realizado sem que o solo seja submerso. E no Brasil este sistema é mais comum no cerrado.

O arroz de sequeiro inicialmente foi muito utilizado para abertura de novas áreas, por causa do menor investimento e por suportar maior acidez do solo.

Atualmente, este tipo de plantio vem sendo muito utilizado como rotação de cultura.

O arroz de sequeiro apresenta menores níveis de produtividade que o arroz irrigado, no entanto com as pesquisas e estratégias de manejo, espera-se que o arroz de sequeiro seja mais cultivado e obtenha maior produtividade.

Como começar uma plantação de arroz.

Agora já que conhecemos um pouco mais sobre a cultura do arroz e os dois sistemas de plantios, vejas as principais dicas de manejo para obter uma plantação de arroz de sucesso.

Local de Plantio e época de semeadura

Para o sucesso da plantação de arroz é importante que o solo seja rico em nutrientes e preferencialmente plano, pois irá facilitar a colheita do arroz no fim do ciclo da cultura.

A escolha correta da época de semeadura está diretamente relacionada a altas produtividades na plantação de arroz.

Pois é ela que determinará o estande inicial do cultivo e as prováveis condições climáticas que a cultura será exposta durante o seu ciclo.

Escolha de cultivares

No momento da escolha de qual cultivar plantar, deve-se considerar às condições climáticas e do solo do local onde será implantada a plantação de arroz.

Outro fator importante é escolher a cultivar recomentada para o tipo de sistema de plantio que será realizado, sequeiro ou irrigado.

A escolha correta da cultivar aumenta a produtividade e pode diminuir o custo de produção, através do menor uso de insumos.

Após a escolha da cultivar as sementes adquiridas devem ser provenientes de boa procedência e certificadas, para evitar que tenha mistura varietal ou contaminação com sementes de outras plantas daninhas.

Rotação de Cultura

A rotação de cultura proporciona benefícios muito conhecidos como, controle de plantas daninhas, pragas e doenças.

No caso da cultura do arroz a rotação de culturas também minimiza as toxinas que são liberadas pelas raízes do arroz que continuam no solo e podem prejudicar o seu próprio desenvolvimento.

Soja e milho são atualmente as culturas mais utilizadas em sistema de rotação com o plantio de arroz.

Irrigação

A cultura do arroz é muito exigente em água, principalmente no cultivo irrigado ou de várzea, portanto o produtor deve estar sempre atento a disponibilidade e qualidade da água.

É necessário se atentar às normas para uso da água, evitando danos ambientais e multas devido ao uso incorreto.

Conclusão

Neste texto vimos a importância da cultura do arroz e como implementar uma plantação de arroz.

Abordamos também os principais tipos de cultivo e medidas de manejo que devem ser consideradas para uma plantação de arroz muito produtiva.

Uma plantação de arroz demanda altos investimento, por isso é preciso um bom planejamento para que se obtenha lucratividade.

Fonte: AgroPós

Share
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Para mais informações sobre quais tipos de cookies você pode encontrar nesse site, acesse “Definições de cookies”. Ao clicar em “Aceitar todos os cookies”, você aceita o uso dos cookies desse site
Definições de cookies